Episódios do podcast

#166 - Personagens

Personagens LGBTs existem desde a Babilônia Antiga. Descubra quem são

Essa semana o LADO BI conversa com o dramaturgo Alexandre Rabelo, autor do romance “Nicotina Zero”, para explorar os vários personagens LGBTs que surgiram na literatura ao longo do tempo. Rabelo aponta que a existência de personagens homossexuais está longe de ser novidade: “o primeiro literário de que se tem notícia, a epopeia de Gilgamesh, na Babilônia, já contém protagonistas gays, pois acompanha os amantes Gilgamesh e Enkidu. O grande foco da Ilíada é um foco homoerótico: Aquiles só entra na Guerra de Troia por causa da morte de seu amante, Pátroclo”. É possível reinterpretar personagens que classicamente não são considerados homossexuais, acredita: “Hoje certamente Iago, da peça ‘Othelo’, seria visto como uma bicha má. O amor real na história de Don Quixote acontece entre Don Quixote e Sancho Pança”. Rabelo também lamenta a gama limitadíssima de personagens LGBT presente na cultura popular (“Há uma gama enorme de personagens gays que ainda não foram explorados”) e afirma que é possível explorar temas LGBTs na literatura sem no entanto limitar a obra a um nicho: “Sou gay, faço questão de que saibam disso, mas não escrevo apenas para gays, escrevo para todos.”

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *