Episódios do podcast

#150 - Masturbação

Masturbação: LGBTs compartilham histórias e dicas sobre sexo solitário

Essa semana o LADO BI resolve fazer justiça com as próprias mãos e falar sobre masturbação. Como não poderia deixar ser, a discussão reuniu cinco (pessoas) contra um (assunto): a médica de família Renata Meiga, a DJ lésbica Fernanda Fox, o ativista trans Samuel Silva, o youtubber Fred Pills e o apresentador Marcio Caparica. A masturbação, concordaram todos, foi quando começaram a descobrir sua sexualidade queer: “eu ficava me perguntando, será que todo menino também se masturba olhando outros meninos?”, recorda-se Pills. Silva conta como fazer a transição para o sexo masculino alterou sua relação com sua genitália e seus hábitos masturbatórios: “Eu não tinha problema com minha genitália até me compreender trans e começar a conviver com outros garotos trans, eles sim com aversão pelos próprios genitais. Daí comecei a desprezar a minha e parei de me masturbar. Levou algum tempo para eu compreender que não precisava desprezar os próprios genitais para ser trans, e daí voltar a me masturbar como sempre havia feito.” A dra. Meiga aponta que masturbar-se é importante para conseguir alcançar o prazer no sexo: “se você não joga seu jogo, como é que você vai saber que o do outro é também o seu?”. Fox acredita que masturbar-se afeta inclusive a performance e o prazer do parceiro: “muitas vezes já percebi que o fato de uma menina não se tocar afeta a maneira como elas tocam as parceiras”. Ao longo do programa, todos compartilham suas dicas de como tornar mais prazeirosos seus momentos de sexo solitário.

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *