Episódios do podcast

#149 - Feminismo na música

Cantoras feministas: “O Brasil ainda acha que mulher só canta, não pensa”

Em tempos em que uma garota é filmada sendo estuprada por 30 pessoas e o governo não faz mais questão de colocar mulheres em cargos de responsabilidade, o tema dessa semana no podcast LADO BI é Feminismo na Música. Três cantoras compareceram no estúdio para discutir suas experiências no mundo da música enquanto mulheres, e como com suas composições espalham a mensagem de empoderamento feminino para seu público: Stela Campos, Iara Rennó e Nathalia Ferro. A produtora musical Katia Abreu e a jornalista cultural Carola Gonzales também participaram do debate. As compositoras chamam a atenção para o fato de que as ideias das mulheres ainda não recebem importância na música brasileira: “O Brasil tem essa tradição de que menina só canta, não pode ter uma ideia própria para transmitir em suas canções”, aponta Stela Campos. “A mulher é colocada numa mera posição de diva, para quem os homens cantam”, completa Iara Rennó. O machismo também dá as caras atrás dos palcos: “Quando eu acompanhava bandas, ninguém pensava que eu estava lá trabalhando, supunham que eu era namorada de algum dos membros da banda,” lembra Katia Abreu. O palco, acreditam, é o meio ideal de espalhar a mensagem feminista: “Decidi que vou ser mulherzérrima em cima do palco, pois acho que muitas mulheres querem poder exercer sua feminilidade de maneira livre. Quero levantar essa bandeira”, explica Nathalia Ferro.

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *