Episódios do podcast

#131 - Criança Viada

“A intolerância dos pais é o que mais marca na infância”, dizem LGBTs

Nesta edição o Lado Bi entrevista dois gays e uma lésbica para falarem das marcas que ficaram da infância de intolerância em casa e bullying na escola devido a sua orientação sexual. Eles contam com que idade perceberam que eram “diferentes”, como era a repressão a brincadeiras que eram consideradas “de menino” ou “de menina”. “Eu peguei uns retalhos e coloquei na minha cueca e fiquei dançando como se fosse uma saia. Meu pai me deu umas boas palmadas”, conta o roteirista Marcio Rolim, que também já foi professor. “A escola é o ambiente mais hostil para a criança viada. Eles não querem lidar com isso. Mas eu sempre intervi quando havia bullying na minha turma.” Iran Giusti, criador do Tumblr “Criança Viada”, também participa contando como criou esse fenômeno da internet brasileira, e por que teve que encerrá-lo.

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *