Episódios do podcast

Cadeirantes

Cadeirantes gays e heteros contam como é a etiqueta na hora do sexo

Nesta edição, o programa recebe o jornalista e colunista da Folha, Jairo Marques, e o empresário João. Ambos cadeirantes, eles contam como funciona o sexo com homens e mulheres. Existe fetiche por cadeiras de rodas? Como paquerar? Homens ou mulheres se importam menos com as restrições físicas? Há sites de relacionamentos específicos para este público? E qual a etiqueta na hora de transar com alguém que seja cadeirante? “Se o fetiche pela cadeira for declarado, não vejo problema”, diz Jairo Marques. Já João, conta que o fato de ser gay e cadeirante não o impede ficar com alguém nas baladas. “O que não falta é cara pra eu pegar.”

Blog do convidado Jairo MarquesAssim Como Você

Playlist desse episódio

  • “Eye of the Tiger”, Survivor
  • “Mental Cabaret”, The Polyphonic Spree
  • “Hey Jack Kerouac”, 10,000 Maniacs
  • “Poema de Maria Rosa”, Wado
  • “Too Much”, Sufjan Stevens
  • “Remember My Name”, Yuna
  • “Samson”, V V Brown
  • “Cold War”, Janelle Monáe
  • “Eu Vou Sorrir Pra Quem É Gente Boa”, Garotas Suecas
  • “Killing Me Softly”, FuGees
  • “Ol’ 55”, Sarah McLachlan
  • “Because The Night”, KT Tunstall
  • “This Wheel’s On Fire”, Siouxsie and the Banshees
  • “Can’t Mind My Own Business”, Kaiser Chiefs
  • “Joy Inside My Tears”, Stevie Wonder
  • “All This And Heaven Too”, Florence + The Machine

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 comentários

Luiz

Estou ficando com um cara que é epilético, e na nossa primeira transa ele teve uma crise epilética, confesso que fiquei com medo e sem saber o que fazer. Gostei dele mas acho que não vou ficar mais com ele, pois tenho medo de me envolver demais com ele e não saber lidar com a situação, devido a epilepsia.

Responder
Antônio Victor

Muito interessante. Eu atualmente estou ficando com um rapaz que tem uma deficiência que é a auditiva, quando o conheci pessoalmente pensei que ele não havia gostado de mim pois eu conversava com ele e o mesmo não me respondia, de início fiquei extremamente preocupado porque eu havia gostado muito dele (gordinho, barbudo, inteligente com um sorriso lindo), ele é do jeito que gosto. Depois eu percebi que ele usava aparelho mas cada ano que passa ele perde mais a audição e falta pouco pra ele perder 100%. Eu poderia ter “dado o fora” mas eu encarei essa situação porque me apaixonei instantaneamente por ele! Quando saímos pra lugares escuros ou dormimos juntos é difícil a nossa comunicação mas sou paciente, acendo a luz e ele faz leitura labial ou chego meus lábios bem próximo ao ouvido dele e além dele entender o mesmo da aquele sorriso lindo que eu adoro. Eu sinceramente sou apaixonado por ele e digo mais, acredito que essa deficiência nos aproximou ainda mais, um cuida do outro. Não acredito que uma deficiência deveria ser levado em conta numa relação, quem ama de verdade e gosta se adepta à pessoa. Tudo depende de como você encara e o amor deve falar mais alto SEMPRE. Enfim.

Responder
Rafael Martins

Muito bacana este programa! Foi a primeira vez que ouvi e já curti demais. Desmistifiquei muitas coisas na minha cabeça e adorei o papo dos convidados.
Adorei a voz do João (acho que é esse o nome do empresário)!

Responder
Joaquim P

Super ansioso para escutar esse novo programa. Tenho meio que uma atração por cadeirantes… Achei bacana a iniciativa de vocês! Adoro a Radio <3

Responder
Danilo

Olá, boa noite, meu nome é Danilo e gostaria de tirar uma dúvida:
Queria saber se existe algum grupo ou comunidade no facebook e afins destinado a esse assunto: Gays Cadeirantes!
Acho que seria muito bom criar e difundir um grupo assim, para discutir e conhecer gente nova!
Como infelizmente só vi essa publicação depois de quase 2 anos, não sei se terei algum retorno!
Abraços!

Responder