Episódios do podcast

Astrologia

#161 - Astrologia

“Estamos caminhando para uma era de liberdade e tolerância”, diz astróloga

“O que está em cima é como o que está embaixo. E o que está embaixo é como o que está em cima.” Essa é uma das leis esotéricas que orientam a Astrologia. Numa época de tantas mudanças, o LADO BI convidou a astróloga Graziella Marraccini para mostrar os sinais que os astros estão emitindo sobre o mundo LGBT. A autora de “Os signos na cozinha” diz que a astrologia está se livrando dos padrões de gênero que guiavam as interpretações até recentemente: “A astrologia vai se adaptando à medida que a gente alcança outros símbolos”. E aponta movimentos astrais que vão de encontro às mudanças culturais que têm ocorrido nos últimos anos: “A Aids surgiu quando Plutão entrou em Escorpião; foi o momento em que o amor e sexo tornaram-se sinônimo de morte. Estamos ainda no início da era de aquário, que tem relação à liberdade: eu te aceito como você é, mesmo que eu não concorde”. Marraccini lembra que as relações amorosas são as mesmas nos mapas, não importa a orientação sexual ou identidade de gênero: “O drama de amor é igual. A sinastria vai dizer onde vão se entender e não vão se entender. Vênus e marte em bom aspecto é cama!”. O ano que vem, afirma, vai ser um ano de ajustes: “Júpiter entrou em Libra, o que significa justiça, diplomacia, negociação. Nada de sair esbanjando!”.

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *