O elenco original de Charmed

“Charmed” vai retornar com bruxa lésbica

Feminista, a nova versão vai apresentar novas três irmãs superpoderosas em ambiente universitário

por Marcio Caparica

Mais um seriado dos anos 1990 vai ganhar roupagem nova no século 21. Charmed, o seriado sobre três irmãs bruxas que na verdade eram quatro, está programado para voltar à televisão em 2018, totalmente repaginado. Ligado no público jovem de hoje em dia, uma das três protagonistas vai ser lésbica e já vai ter uma namorada logo de cara.

O site TV Line obteve as sinopses que descrevem os principais personagens da nova versão de Charmed. As três bruxas viverão suas aventuras em uma cidade universitária, e, assim como no original, terão as mesmas iniciais nos nomes e praticamente os mesmos poderes:

  • Macy: uma cientista nerd sagaz e intensa, Macy – de quase 30 anos – é doutora em física quântica e está se mudando para Hilltowne, Michigan, junto com seu namorado Galvin para trabalhar no laboratório da universidade. Macy acredita que é irmã de Mel e Madison. Seu poder é telecinese (mover objetos com a mente).
  • Mel Pruitt: Uma feminista de gênio forte, ela é bastante emocional e meio controladora. Mel tem vinte e poucos anos, é lésbica e é irmã de Madison. Logo depoisd e um acidente trágico, Mel, ressentida, torna-se uma pessoa raivosa, descuidada e até violenta, afastando todos que poderiam auxiliá-la, inclusive sua namorada, a detetive Soo Jin. Mel tem o poder de parar o tempo.
  • Madison Pruitt: Irmã mais nova de Mel (aproximadamente com 18 anos), é uma aluna universitária atlética (líder de torcida e pilates) que quer entrar numa irmandade. Madison é exatamente o oposto de sua irmã feminista, e quer se encaixar de qualquer jeito. Madison fica horrorizada quando aprende que é bruxa. Seu poder é escutar o pensamento das pessoas.

Jennie Urman, produtora de Jane The Virgin, faz parte da equipe de produtores de Charmed 2.0 e já deixou claro que busca um elenco diverso, com atores de todas as etnias. Dentre os papéis masculinos da nova série estão Harry, o mentor das três irmãs; Galvin, o namorado cinegrafista de Macy; e Brian, o ex-namorado sensível de Madison.

Quem não está feliz com a notícia de que esse projeto está realmente deslanchando é Holly Marie Combs, a atriz que interpretava Piper no Charmed original. A atriz, hoje com 44 anos, tuitou “Estou sem palavras… Quer dizer, tenho muito o que dizer mas, a essa altura… está bem… ok… Desejo sucesso para eles…”. Fosse em português, a mensagem contaria com um #SQN no final.

Para Combs, a nova série está se aproveitando da obra construída ao longo de oito temporadas pelo elenco original. Anteriormente, também pelo Twitter, a atriz declarou: “é o seguinte. Até que alguém peça para que a gente reescreva [a série] como Brad Kern fazia todas as semanas, nem pense em ganhar dinheiro em cima do nosso trabalho duro. Charmed pertence a nós 4, todos nossos escritores, equipe e predominantemente, os fãs. Fiquem sabendo que vocês não vão enganá-los com esse título/rótulo. Então adeus.”

Me parece um tanto de dor de cotovelo porque resolveram fazer uma série totalmente desvinculada da original (ao contrário do reboot de Berverly Hills 90210). Com estreia prevista já para 2018, a série promete uma trama em que as irmãs vão “derrotar demônios sobrenaturais, derrubar o patriarcado e manter os elos familiares. O trabalho de uma bruxa nunca tem fim.”

#Charmed vai ganhar nova versão em 2018 – e uma das três irmãs vai ser lésbica.

A post shared by Lado Bi (@programaladobi) on

Apoie o Lado Bi!

Este é um site independente, e contribuições como a sua tornam nossa existência possível!

Doação única

Doação mensal:

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *