Nova temporada de “The L Word” está sendo desenvolvida

As atrizes protagonistas e as produtoras da série original estão confirmadas para a continuação

por Marcio Caparica

Parece mesmo que fazer reboots das séries mais amadas pelo público é a nova tendência da TV. Depois que Twin Peaks retornou às telas e Will & Grace colocou no forno uma nova temporada, agora é a vez do seriado que conquistou os corações LGBTs entre 2004 e 2009, The L Word, ressuscitar.

Segundo o site The Hollywood Reporter, o canal Showtime está desenvolvendo uma nova temporada do seriado que acompanhava as vidas e os amores de lésbicas em West Hollywood. Ilene Chaiken, a criadora da série, será a produtora executiva da série, mas não poderá se envolver tanto com o projeto por ser a responsável pelo seriado Empire, do canal Fox. As estrelas Jennifer Beals (Bette), Kate Moennig (Shane) e Leisha Hailey (Alice), além de retornarem a seus papéis em The L Word, também atuarão como produtoras executivas da nova temporada. Outros personagens queridos como os interpretados por  Erin Daniels (Dana), Laurel Holloman (Tina), Mia Kirshner (Jenny), Sarah Shahi (Carmen) and Pam Grier (Kit) também podem retornar.

Os responsáveis pelos novos episódios estão em busca de uma nova escritora que traga novos ares para The L Word. Segundo o site, o canal Showtime quer alguém que seja envolvida com a comunidade lésbica e que seja capaz de refletir como os relacionamentos, vivências e estilos de vida evoluíram (ou não) desde que o seriado chegou ao fim, oito anos atrás.

The L Word ganhou prestígio e fãs pela maneira sincera como retratava a vida de lésbicas e gays. Vários críticos consideram que a série foi essencial para a evolução da maneira como LGBTs são retratados na TV. Situada em West Hollywood, sua trama acompanhava o efeito que a chegada da personagem Jenny tinha sobre um grupo de amigas lésbicas, entre elas o casal Bette e Tina e suas amigas Shane, Dana e Alice. Ao longo de suas seis temporadas, o drama tocou em temas como igualdade, casamento igualitário, HIV/AIDS e transgeneridade – a personagem Moira fez sua transição para Max anos antes de transgêneros ganharem espaço em séries como Orange is the new blackTransparent.

Depois do fim do seriado original, o canal Showtime desenvolveu um spin-off chamado The Farm, que se passaria na prisão e teria Hailey como protagonista. A série, no entanto, foi descartada. O canal exibiu três temporadas de um reality show baseado em The L Word, chamado The Real L Word. Agora as fãs aguardam ansiosas que a continuação receba sinal verde e suas personagens favoritas vivam novas – e excitantes – histórias.

 

Apoie o Lado Bi!

Este é um site independente, e contribuições como a sua tornam nossa existência possível!

Doação única

Doação mensal:

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 comentários

Kelly Lanci de Magalhães

Mds sou loka por essa série tenho todas as temporada 😍
Ia Amar se a Sarah Shahi voltasse não só pra série mas sim também voltar reencontrar Shane e ficarem agora dessa vez pra valer juntas amava as duas juntas…Fiquei mega triste quando ela saiu ainda mais quando Shane a deixou no altar
😱😪…..Volta com tudo The L Word

Responder