Golden shower: o que é e como fazer bem

Golden shower: o que é e como fazer bem

Aprenda mais sobre essa prática sexual que de repente se tornou tão importante na política internacional

por Marcio Caparica

Urina pode fazer parte do repertório sexual? Muita gente desacredita, mas urinar em cima de alguém (ou ser o alvo da urina) – popularmente conhecido como “chuva dourada” ou golden shower – tem seus fãs, e não são poucos. Outras variantes dessa prática incluem ver alguém mijando, forçar alguém a não urinar por muito tempo, usar fraldas, cheirar roupas íntimas que cheiram a mijo e até beber urina. Essas práticas todas envolvem dinâmicas como dominação e submissão, exibicionismo e voyeurismo, humilhar/passar vergonha e infantilização.

Sem dúvida brincar com urina durante o ato sexual é um fetiche, mas, considerando-se toda a gama de práticas sexuais que o ser humano já desenvolveu e continua a inventar o tempo todo, essa é uma prática das mais inofensivas. Quem curte e acha um parceiro que compartilha desse tipo de tesão sem dúvida vai ter um prato (copo?) cheio com que se divertir muito. Confira a seguir algumas dicas para tornar o golden shower mais prazeroso para os envolvidos;

Urina é algo sujo?

A urina de uma pessoa saudável é, basicamente, estéril e pode ser considerada não-tóxica – 95% dela é água, e 2% dela é ureia (a substância responsável pelo famoso cheiro de mijo). Nos 3% restantes, podemos encontrar fosfato, sulfato, amônia, magnésio, cálcio, ácido úrico, creatina, sódio, potássio e outros elementos. Nada disso está presente em quantidades altas o suficiente para causar danos.

Pessoas com infecções na uretra ou com má higiene podem acumular microorganismos que podem acabar na urina, como o citomegalovirus (um dos vírus da herpes) e o vírus da hepatite B. A urina também pode conter os vírus e bactérias responsáveis pela gonorreia e pela clamídia, mas não há indícios científicos de que essas doenças sejam transmitidas por mijadas. Em geral, a urina não é dos ambientes mais favoráveis para a sobrevivência desses microorganismos.

É possível transmitir HIV pela urina?

Não, a urina não é capaz de transmitir HIV, nem mesmo se você bebê-la (o que também vale para a saliva, suor, lágrimas, muco, vômito e fezes). Se o vírus estiver presente nesses materiais, será em quantidades tão ínfimas que não chega a haver risco de contaminação.

Beber urina pode causar algum problema?

Beber o mijo de uma pessoa sem problemas de saúde, em moderação, não é considerado um risco à saúde. Vale lembrar no entanto que a urina contém ácidos, sais minerais e enzimas, então consumi-la pode causar irritação no sistema digestório, especialmente para pessoas com úlceras, e também pode prejudicar pessoas com problemas renais. Quem bebe mijo durante o ato sexual com frequência deve garantir sua hidratação depois bebendo bastante água para compensar pela alta concentração de sódio e outros sais minerais que engoliu.

Mijar no cu de alguém é perigoso?

Quando se brinca com urina, a pessoa que curte levar uma mijada na bunda a recebe diretamente (durante a penetração) ou por enema. A penetração traz consigo os riscos embutidos em qualquer tipo de sexo sem proteção, ou seja, pode transmitir doenças sexualmente transmissíveis. Além disso, essas práticas podem causar irritações internas. Há riscos maiores para a saúde se algum dos envolvidos tiver alguma infecção ou tiver o sistema imunológico enfraquecido, pois o organismo da pessoa que está recebendo a mijada vai absorver as substâncias presentes na urina (dentre elas, quaisquer drogas que foram ingeridas).

Como posso tornar meu golden shower mais agradável?

  1. Beba bastante água. A urina clarinha e bem diluída exige menos de todos os sentidos. Apesar do nome “golden shower”, quanto menos amarelo for o mijo, melhor!
  2. Evite comer carne, alho, café, shakes de proteína e suplementos de vitamina; esses alimentos podem deixar o cheiro e o sabor da urina bastante fortes. Há alguns alimentos que têm a fama de deixar o sabor da urina mais doce, como abacaxi, morango, cerveja e adoçantes artificiais.
  3. Divirta-se dentro do box do chuveiro. Além de ser muito mais fácil de limpar depois, a garantia de um chuveiro ao lado faz com que o “nojinho” dos iniciantes seja bem menor.
  4. Evite utilizar a primeira mijada do dia, que costuma ser mais concentrada e mais escura.
  5. Tome cuidado com feridas e bolhas na pele, pois a urina pode causar irritações.
  6. Tenha paciência. Urinar quando se está excitado e/ou com uma ereção pode ser difícil. Superar anos de condicionamento e destravar a mijada em cima do parceiro também pode levar um tempinho.
  7. De novo: se você beber mijo durante a transa, beba bastante água depois para garantir uma hidratação adequada.

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 comentários

Bruno

sempre fiz isso, desde criança. eu tinha cinco anos ou menos, e já costumava mijar nas pernas de meus primos e irmão e brincava de beber o mijo deles, mas sem nenhuma má intensão, apenas ficava excitado. gostava também de cagar no chão. quando cresci passei a mijar no short em ambientes da casa que não fosse o w.c. morria de medo de minha mãe saber. já na fase adulta e atual descobri que eu não era o único a gostar de urina, que existem muitos homens e até algumas mulheres que costumam praticar esse ato. me tornei revolucionário e passei a praticar tudo que é considerado perversão, com discrição e responsabilidade, claro. hoje eu sempre que posso bebo todo o mijo dos meus parceiros. ainda quero deixar que mijem no meu cu. deve ser uma delícia.

Reply
Marcelo

É um tesao. Não tem nada de nojento, é uma esguichada quente….

Reply
Rodrigo

Nunca fiz mas tenho vontade. Mas aí você vai falar com o boy e ele “nossssssssssssssssaaaa ai que nojinho”. Nem da pra falar nada.

Reply