Ellen Degeneres chora ao receber a Medalha Presidencial da Liberdade

Ellen Degeneres chora ao receber a Medalha Presidencial da Liberdade

O presidente Barack Obama também emocionou-se ao homenagear a comediante

por Marcio Caparica

A comediante Ellen Degeneres recebeu hoje a Medalha Presidencial da Liberdade, a maior condecoração que o presidente dos Estados Unidos pode conceder a um civil. Sua função é reconhecer pessoas que fizeram “uma contribuição especial meritória à segurança ou interesses nacionais dos Estados Unidos, à paz mundial, à cultura ou a outras importantes iniciativas públicas e privadas”. Vinte e uma pessoas receberam a homenagem esse ano, entre elas Bill e Melinda Gates, Robert De Niro, Tom Hanks, Michael Jordan, Robert Redford e Diana Ross.

O presidente Barack Obama ficou emocionado quando se pronunciou sobre DeGeneres, elogiando sua coragem ao declarar-se lésbica há quase 20 anos:

Hoje é fácil esquecer, quando há casamento igualitário, quanta coragem Ellen teve que ter para sair do armário no mais público dos âmbitos, e como isso foi importante, não apenas para a comunidade LGBT, mas para todos nós. Ver uma pessoa tão repleta de doçura e luz, alguém de quem gostamos tanto, alguém que poderia ser nossa vizinha, ou nossa colega, ou nossa irmã, desafiar nossos preconceitos, e lembrar-nos que temos mais em comum do que percebemos, e levar nosso país na direção da justiça. Que fardo incrível ela carregou, ao arriscar sua carreira dessa maneira. As pessoas não costumam fazer isso. E então levar as esperanças de milhões sobre seus ombros. (…) Ela pagou um preço, e nós não lembramos disso. Eu não me lembrava. Ela pagou o preço por um bom tempo, até mesmo em Hollywood. E, no entanto, hoje, todos os dias, Ellen combate aquilo que costuma nos dividir com as incontáveis coisas que nos unem, e nos inspira a sermos melhores, dança a dança, piada a piada.

Ellen também se comoveu com as palavras que foram ditas em sua homenagem enquanto a medalha era colocada em seu pescoço:

Numa carreira de mais de três décadas, Ellen DeGeneres elevou nossos ânimos e trouxe alegria para nossas vidas como comediante de stand-up, atriz, e estrela de televisão. Em cada um desses papéis ela nos lembra que devemos ser gentis uns com os outros e que devemos tratar as pessoas como queremos ser tratados. Num momento decisivo, sua coragem e sinceridade ajudaram a transformar os corações e mentes de milhões de norte-americanos, acelerando a trajetória constante de nosso país na direção da igualdade para todos. Repetidas vezes Ellen DeGeneres nos mostrou que uma única pessoa pode tornar o mundo mais divertido, mais aberto, mais amoroso, se não pararmos de nadar.

Horas antes, quando chegou na Casa Branca, DeGeneres tuitou que estava sendo barrada de entrar para a premiação porque havia esquecido sua identidade em casa. Felizmente tudo se resolveu a tempo.

Oito anos atrás, quando havia acabado de ser eleito presidente dos Estados Unidos, Obama participou do programa de Ellen e, a seu lado, mostrou que sabia dançar:

Ellen tornou-se mundialmente famosa na década de 1990, quando era considerada a “versão feminina de Seinfeld”. Em 1997, durante uma participação no programa de Oprah Winfrey, ela declarou que é lésbica. Em seguida sua personagem na sitcom que estrelava na época, chamada Ellen assim como a atriz, também saiu do armário. No ano seguinte o programa foi cancelado – consta que os executivos da Disney não se sentiam confortáveis com a temática LGBT que o programa havia adquirido.

DeGeneres foi ostracizada da televisão por alguns anos. Em 2001 ela estreou uma nova sitcom, The Ellen Show, e em 2003 ela migrou para a televisão vespertina com seu programa de entrevistas, The Ellen DeGeneres Show, no ar até hoje. O programa já ganhou 11 prêmios Emmy e é recordista de audiência. Também vale a pena lembrar que ela é a dubladora da peixinha Dory em Procurando Nemo e em sua sequência, Procurando Dory. Ela está num relacionamento com a atriz Portia de Rossi desde 2004, com quem se casou em 2008.

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *