Steven Universo Bismuto

Uzo Aduba participa do centésimo episódio de Steven Universo

A Crazy Eyes de “Orange Is The New Black” dublou nova Gem em episódio comovente, que mostra o que “Steven Universo” tem de melhor

por Marcio Caparica

Traduzido do artigo de Caroline Framke para o site Vox

Steven Universo começou como um cartoon bonitinho sobre um garoto determinado que gosta de pizza e de musiquinhas e que mora com suas tias – três alienígenas chamadas Crystal Gems – na beira da praia. Cem episódios depois, o programa conta com uma das mitologias mias complexas da televisão atualmente, sem falar de um de seus melhores heróis – e mais altruístas.

Ao longo dos 100 episódios de Steven Universo, Rebecca Sugar, criadora da série e veterana de Hora da Aventura, encontrou as mais diversas maneiras de misturar temas adultos e pesados com a mais pura diversão. O desenho mergulha em questões como trauma e consentimento sexual, mas também adora permitir que Steven discorra sobre as virtudes de ter uma mochila com forma de cheeseburger. O programa também se tornou muito mais sequencial, salpicando aventuras solo ao longo de uma trama maior sobre de onde Steven e sua família de Crystal Gems vieram.

Portanto faz todo sentido que o centésimo episódio de Steven Universo tenha sido uma combinação de todas essas características (além de ter tido 22 minutos, ao invés dos tradicionais 11 minutos de duração).

O episódio – com roteiro e storyboard por Lamar Abrams, Colin Howard, Jeff Liu e Katie Mitroff – começa como uma reunião feliz quando Steven encontra uma Crystal Gem chamada Bismuto, que passou milhares de anos aprisionada, dublada por Uzo Aduba do seriado Orange Is The New Black. De início tudo não passa de um reencontro feliz, mas logo os ressentimentos ancestrais de Bismuto reemergem, levando os temas do episódio para o tipo de seriedade surpreendente que agarra suas entranhas e aperta com força seu coração dolorido.

A história das Crystal Gems tem milhares de anos sofridos

Se você ainda não conhece o programa e está se sentindo confuso, aqui vai um pouco de contexto.

As Crystal Gems são guerreiras alienígenas que se dispersaram depois que uma guerra civil ocorrida na Terra fez com que lutassem entre si, há mais ou menos 10 mil anos. Duas delas, Garnet e Pérola, permaneceram na Terra para protegerem o planeta e esconderem-se de seu planeta natal, que ainda está tentando capturá-las.

Já nos dias de hoje, elas contam com a companhia da Gem adolescente Ametista e de Steven, a única criança fruto da união entre uma Gem e um ser humano de que se tem notícia. A mãe de Steven, Quartzo Rosa, morreu ao dar à luz a ele, e desde então ele vem descobrindo os poderes e características pessoais de sua mãe dentro de si.

Certo? Ótimo. Porque agora as coisas vão se complicar.

Em “Bismuto”, Steven encontra Bismuto, que estava esse tempo todo afastada na forma de um dos objetos pessoais de sua mãe – as Gems não morrem, mas entram num estado semelhante à hibernação – e a liberta. Bismuto era uma amiga íntima de Garnet e Pérola, e não as vê há milhares de anos. Então, quando as encontra, ela naturalmente fica animada, confusa, e ansiosa para voltar a lutar contra as Diamantes que destruíram tantas de suas amigas no passado.

Depois de assistir a todos os 100 episódios de Steven Universo, eu sabia que muito provavelmente “Bismuto” logo mudaria de tom – e, dito e feito, o final desse episódio é devastador.

Quase todos os poderes e ferramentas de Steven são de natureza defensiva, como a bolha rosa que ele é capaz de manifestar ao redor das pessoas quando elas precisam ser defendidas. Mas a habilidade de Bismuto é forjar armas concebidas especificamente para terem o máximo de eficiência, e ela tenta convencer Steven a embarcar no plano de uma arma particularmente poderosa, que poderia estilhaçar as Gems – definitivamente.

Mesmo quem não conhece Steven – um garoto profundamente dedicado e bondoso – consegue compreender tudo o que ele pensa sobre essa proposta com apenas essa imagem:

Steven Universo Bismuto

Steven coloca a mão na barriga, onde fica a gema que herdou de sua mãe, imagina como seria estilhaçar uma Gem – ou ser ele mesmo estilhaçado. Ele imagina como é reduzir alguém a pedaços, e fazer com que machuquem sem possibilidade de conserto.

Então olha para o rosto ansioso de Bismuto, e se recusa.

Steven Universo pode ser melhor que isso.

Steven Universe é o herói feliz e altruísta de que precisamos

Steven é o melhor herói que um desenho para crianças podia pedir – ou, pensando bem, qualquer programa. Sua lealdade e entusiasmo inabaláveis faz com que ganhe amigos onde quer que vá, e suas reservas profundas de empatia rapidamente faz com que esses amigos tornem-se parte da família.

Em “Bismuto”, o programa exibe todos os instintos mais nobres de Steven de uma maneira que não soa como um sermão batido. Apenas acontece que Steven é decente o tempo todo, e estende sua bondade e generosidade igualmente para seus familiares, amigos e inimigos implacáveis. Então, quando Bismuto lhe pede que siga em frente e a estilhace, nós sabemos que ele não vai concordar.

“Mesmo que a gente discorde”, ele grita, com a arma apontada para o coração cristalino de Bismuto, “ninguém merece isso!”

Steven Universo Bismuto

Em grande parte graças às performances vocais cheias de nuances de Uzo Aduba e de Zach Callison, que dubla Steven em inglês, o embate é um soco no estômago. Mas nunca há qualquer dúvida de que Steven vai encontrar uma maneira de impedir que Bismuto vá em frente com doçura, mesmo que seja de uma forma mais difícil, mesmo que seu coração esteja em pedaços.

Steven Universo – tanto a série como o personagem – é a encarnação da compaixão. Steven pode ser capaz de gerar bolhas, ter a habilidade de flutuar, e ser dono de um imponente leão de estimação, mas seu maior superpoder é importar-se tanto com todos.

Num mundo que muitas vezes parece estar prestes a se afogar em ódio e raiva, essa série multicor nos oferece um herói definido por sua capacidade de amar, não importa o que aconteça.

Apoie o Lado Bi!

Este é um site independente, e contribuições como a sua tornam nossa existência possível!

Doação única

Doação mensal:

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um comentário

meu desenho infantil preferido atualmente, passei as ultimas semanas vendo tudo e estou apaixonadinho, esse episódio com a Uzo Aduba foi muito tanto pela historia e momentos sombrios e emocionantes como pela dublagem muito boa dela, nossa a voz dela é muito legal pra dublagem pois é inconfundível e diferente

Responder