Pastora Bianca Toledo erra ao confundir orientação sexual com transtornos mentais

A pastora ressentida recai na antiga falácia de igualar homossexualidade e pedofilia. A relação causa-efeito não é simples como ela pensa - nem é a que ela gostaria

por Fabiana Faria

Não tem ideia de quem seja a pastora Bianca Toledo? A bonita tá no noticiário hoje porque se separou do marido alegando que ele a enganava. Anulou casamento e tudo. Até aí, isso acontece todos os dias nas melhores famílias. Só que não na igreja evangélica perfeita-maravilhosa que nós admiramos tanto, não é mesmo? Pastora Bianca afirma que seu (agora ex) marido é gay e cometeu crime de pedofilia. Segundo o senador Magno Malta, que presidiu a CPI da pedofilia e defende a causa, ele estaria abusando do filho de Bianca, de 5 anos. Neste momento, ele está preso. Um horror de verdade, gente!

Mas por que eu tô falando disso? Porque, em seu vídeo desabafo, a pastora diz também que (o também pastor) Felipe Heiderich, o ex, tentou o suicídio após ter confessado o crime e, em internação ou consulta psiquiátrica (isso não fica claro), foi diagnosticado com psicose maníaco depressiva (o famoso bipolar), neurose grave e síndrome de múltiplas personalidades.

Aqui é que mora o perigo!!!

“Mas é claro, né? É o homossexuaLISMO que faz isso com a pessoa. O cara gosta de homem e pega criancinha. É o diabo agindo na vida da pessoa. Aí, ela fica doente da cabeça mesmo. Cheia de doença da alma e acaba gostando de gente do mesmo sexo e de abusar de criança também.”

Entende?

Então, uma coisa é uma coisa e outra coisa é ooooutra coisa.

Não vou entrar aqui no mérito da fé de ninguém. Essa coisa de Deus, diabo, etc. Tem coisas que a Ciência explica e nenhum livro, escrito não sei por quem há trezentos milhões de anos, pode contestar. HomossexuaLIDADE não é doença, é orientação sexual. Ser gay não faz mal pra ninguém. O que faz mal é a repressão, o preconceito e o não acolhimento. Pedofilia, sim, é um problema.

A OMS entende que a pedofilia é um transtorno de preferência sexual. O Ministério Público Federal entende que pedófilos são pessoas adultas que têm preferência sexual por crianças, que ainda não atingiram a puberdade ou no início dela.

O código penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos. Conforme o artigo 241-B do ECA, é considerado crime, inclusive, o ato de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”.

E onde ficam os outros transtornos mentais alegados nisso? Então, não ficam, até segunda ordem. Existe hétero bipolar, gay bipolar, mulher neurótica, homem neurótico, criança psicopata (ou, na linguagem atualizada, transtorno de personalidade antissocial – pois é, durma com um barulho desses) e muitas senhorinhas depressivas.

Existe uma incidência maior de problemas de saúde mental entre LGBTs? Sim: pesquisas apontam que 12% de mulheres lésbicas e quase 19% das mulheres bissexuais declaram já terem sofrido algum tipo de problema de saúde mental, contra a média de 6% de mulheres heterossexuais; entre os homens, 11% de homens gays e 15% dos bissexuais declaram ter sofrido algum transtorno, contra 5% dos homens heterossexuais. A relação causa-efeito, no entanto, é o oposto da apontada pela pastora: LGBTs não têm mais transtornos porque são LGBTs; LGBTs sofrem desses males por muitas vezes viverem em ambientes hostis e estressantes, em consequência da estigmatização e preconceito que sofrem da sociedade.

É preciso falar sobre este assunto com muuuuuuito cuidado. Ninguém “pega” um transtorno de uma hora pra outra. Não é uma tipo uma gripe. O histórico emocional de alguém que possui algum transtorno psiquiátrico, em geral, é complexo demais para ser discutido de maneira leviana.

O cara pode realmente ter algum transtorno? Pode, claro. Causado ou engatilhado talvez pela repressão dessa homossexualidade + anos de vivência em uma igreja cristã que culpa e julga? Talvez. Na neurose, por exemplo, o sujeito sente uma dificuldade enorme em se adaptar ao meio que vive, mas não perde a noção da realidade. Adequado, certo?!

A homossexualidade é causa de tudo isso? Não.

Isso justifica o comportamento pedófilo? Nunca!

Bianca, não te conheço, mas transmito daqui muita paz e luz a você e a seu filho. Sei que já enfrentou grandes batalhas. Que essa seja só mais uma e vocês saiam fortalecidos dela. ❤

Fabiana Faria é jornalista, amante da psicologia e mãe do João. Leia seus textos em sua página no Medium.

Apoie o Lado Bi!

Este é um site independente, e contribuições como a sua tornam nossa existência possível!

Doação única

Doação mensal:

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

24 comentários

Mirian

Se Felipe é homosexual? não sei. Se ele é pedófilo? Está sendo investigado e a polícia não encontrou provas. É a palavra dela contra a dele. Mas as pessoas estão aqui colocando rótulo no cara.
Quando ela falou no vídeo que o filho dela havia sido abusado, ela não precisava referir o homosexualismo. Ser homossexual não entra nesse crime, se houve crime de fato. Digo isso pelas mentiras que essa pastora propaga, é só ver os vídeos que ela grava, pelo relato da ex sogra, do ex marido.

Responder
Marcos Silva

Mas geralmente quem manda o marido das crentes não é o Jeová, todo poderoso, após muitas orações para encontrar um homem perfeito? Acho que gesuiz errou dessa vez! Kkk

Responder
Tatiane

Lamentável ver, não apenas a mulher evangélica, não a pastora famosa,mas a mãe que está passando por um processo terrível,tenebroso e doloroso,ainda ter que passar por crivos tão rigorosos tal qual o desse texto e alguns comentários que o mesmo gerou.
Mas, não posso deixar de ressaltar que essa matéria seria muito útil e até mesmo bem vinda,caso a mesma não utilizasse como cabeça,uma história tão triste e delicada como a dessa mãe fragilizada e perdida diante da violência que seu filho sofreu.O teor da matéria se perdeu, quando usou explicitamente, o caso bomba, da pastora famosa!
Por mais que a intenção da autora possa ter sido boa, perdeu-se na indelicadeza de usar como exemplo tal fato tão lamentável.
Desculpe-me, mas poderia ter sido de grande ajuda seu texto, sem precisar nada disso.

Responder
silas

Vamos olhar esse caso de forma crua,o dito sempre foi GAY e fez de tudo para manipular a ingênua missionária,isso desde o fatídico caso de septicemia que ela passou.Ficou meses fragilizada entre a vida e a morte,e ele mandando mensagens,cortejando e assediando.Isso tudo não como macho-alfa ,e sim,como caça-dotes(neste caso ela já era famosa no meio evangélico e musical) e ele ávido para se tornar celebridade. Isso indica bem o quadro que a psiquiatra cocluiu: psicose maníaco depressiva (o famoso bipolar), neurose grave e síndrome de múltiplas personalidades.Gay também tem transtornos psiquíatricos,mente,mata,ama,chora,pois ser homossexual é apenas uma nuance do ser humano como um todo.Só digo cresci num ambiente evangélico e essa criação anula a pessoa de uma forma tão grande que ela cria ilusões de vida perfeita e se culpa por nunca conseguir essa vida “abençoada”. Eu sonhava em casar com uma mulher ungida e temente a Deus,com meus filhos sendo criados no evangelho.Ao descobrir meus instintos e desejos abandonei toda essa crença,afastei da igreja e de Deus,fiz terapia por anos e enfim me aceitei e me tornei um homem ateu gay feliz!

Responder
Joyce

Detesto jornalismo irônico. Segundo ela ele é homossexual, pedófilo e possui transtornos de personalidade, esse transtorno pode ocorrer tanto para heterossexuais quanto homossexuais. Seja mais imparcial e menos irônica. Se fosse seu filho duvido que curtiria uma matéria tão tosca quanto a sua.

Responder
Beatriz

Tenho a mais profunda admiração pela Bianca, mas ela errou quando disse: QUADRO DE HOMOSSESSUALIDADE, entendo que ela passa por um momento muito difícil, mas quando se fala parar milhões de pessoas deve-se ter cuidado.

Responder
Grazi

Mas o que aconteceu e que ela descobriu que ele tinha relacionamento com outros homens e que também abusou do filho dela. Em nenhum momento vi ela falando que ele era gay e por isso abusou do filho dela e sim que ela descobriu que ele fazia as duas coisas.
Coitada alem de ser traida com outro homem ela ainda descobre que seu filho foi abusado.

Responder
Denise Maciel

QUE MATÉRIA RIDÍCULA!!! Eu assisti o vídeo e li o que ela escreveu. Ela disse que é gay / pedófilo / bipolar! e não que uma coisa causasse a outra,
Ele é gay e confirmou isso pra ela porque teve relacionamento com outros homens enquanto estava casado com ela (por isso o pedido de anulação do casamento) PONTO. Ele é pedófilo porque abusou de uma criança de 5 anos PONTO. Ele é bipolar porque foi diagnosticado na clinica psiquiátrica depois de tentar o suicídio PONTO. PAREM DE ESPALHAR ÓDIO GRATUITO EM CIMA DE ALGUÉM QUE ESTÁ SOFRENDO. parem de postar matérias sem pesquisas, sem base, PAREM DE QUERER TORNAR TODAS AS PESSOAS EM HOMOFÓBICAS PARA SUAS CONVENIÊNCIAS, PAREM DE SEREM TÃO LEVIANOS. SÓ PAREM!!!

Responder
Maxwell

ela não relaciona uma coisa com a outra… basta assistir ao vídeo e perceber q ela tem o cuidado de não misturar os assuntos. vcs estão se aproveitando da situação …

Responder
Juliana Fonseca

Eu entendi que as três informações foram passadas de forma clara sem associar ou justificar o diagnostico com a homossexualidade… Primeiro o confronto com a confirmação no período do casamento, segundo tentativa de homicídio ai internação com diagnostico e terceiro pedofilia.

Responder
Yasmin

Senti falta da menção do exato momento em que Bianca Toledo afirma essa relação que o texto aponta. No vídeo que eu vi, ela diz que o ex-marido confessou a homossexualidade e é pedófilo. Ponto. Essa conexão entre as duas coisas é vc que está fazendo. Aliás, se ela tivesse mesmo feito essa afirmação, a internet já estaria a condenando. A pauta homossexual é muito atrativa, sempre. O título do seu artigo chama muito a atenção, pq esse assunto é extremamente debatido atualmente. Mas querer rotular, por mera vontade e sem provas, uma pessoa pública que sempre se afastou de escândalos do tipo – diferentemente de Ana Paula Valadão – é covardia. Covardia pq ela não o fez, e covardia pq o público que frequenta redes sociais, vê a sua manchete e rende cliques e mais cliques a sua matéria é o tipo de gente que não vai atrás do vídeo para confirmar se o que você diz é verdade, tampouco refletir sobre isso. Vão jogar a Bianca Toledo na mesma rede que todos os cristãos homofóbicos, com razão, estão.

Inflamar uma situação em cima da super exposição de uma mãe de uma criança abusada é sensacionalismo demais. A quem interessar possa, Bianca Toledo NÃO ERROU AO CONFUNDIR ORIENTAÇÃO SEXUAL COM TRANSTORNOS MENTAIS, até pq a pauta do seu vídeo não foi essa. Ela fez duas citações, em frases e períodos diferentes do vídeo, em uma afirmando que o marido é homossexual, e em outra afirmando que é pedófilo.

Toda a interpretação que ultrapassa isso fica na conta do jornalismo que encontra, na dor de uma mãe, margem para um discurso político raso e falido. Desculpa, mas não convenceu.

Responder
Beatriz

YASMIM ELA DISSE QUE ELE APRESENTAVA UM QUADRO DE HOMOSSEXUALIDADE!!! QUADRO SE REFERE A DOENÇA! !!
UM QUADRO DE PNEUMONIA, UM QUADRO DE NEUROSE, Ė CORRETO. MAS QUADRO DE HOMOSSEXUALIDADE É ERRADO, POIS NÃO É DOENÇA.
ADORO A BIANCA, MAS ELA ERROU

Responder
maria eugenia rocha meira

Meu Deus , assista o vídeo e depois faça uma reportagem com responsabilidade. Quer gerar ódio não é ?

Responder
Talita Brida

Acredito que houve um erro de interpretação aqui, ela disse que após te-lo confrontado sobre suas descobertas, ele afirmou e tentou suicídio sendo então levado à uma clínica onde foi diagnosticado por tais coisas. Resumindo ele teve uma crise após sua verdade escondida vir à tona, não pela homossexualidade em si.

Responder
Nara

Não foi nada disso que ela falou..esse mimimi desse povo molindroso ja encheu o saco pois a pessoa não pode mais chorar suas dores e fazer seus desabafos pq isso também ofendi…aff que chato..insuportável mesmo… o que houve é que ele traiu ela com outros homens, houve relações extra conjugais primeiro..por isso ela fala que o que ela descobriu ja era o suficiente pra sentir vontade de anular o casamento..ao descobrir isso e ir chegando perto da verdade ela foi descobrindo outras coisas e quando esse rapaz sabia que não ficaria encoberto tentou suicídio…ja no hospital psiquiátrico ele confessou tudo afirmando as descobertas dela….lá ele foi diagnosticado com essas outras doenças..agora se encontra preso etc etc….em fim só sabe quem passa e nenhum de nós estavamos lá…o fato é que as pessoas não escutam..não prestam a minima atenção no que o outro fala..não procura saber a verdade..mas pelo fato do casal ser evangélico olham apenas rótulo e ja saem julgando e chamando de homofobico ou usabdo de ironia como na frase “no mundo evangelico”..olha de verdade voceis querem achar problema em tudo…. querem ser vítima em tudo..tudo que acontece hoje vocês arrumam um jeito de dizer olha lá falando de nós….a pessoa ja esta passando um problema grave tenham respeito..parem com tanto cinismo…e parem de querem falar mal dos evangélicos o tempo todo…voceis homossexuaisse sentem discriminados mas quando voceis atacam a religião estão fazendo o quê? Pra mim a mesmo coisa.. insitando o ódio contra um povo por seu credo….olha revoltada com tudo isso morrm milhões de pessoas todos os dias no mundo todo.. e antes de serem gays, pobres, negros, católicos ou evangélicos temos que entender que são seres humanos e merecem respeito.. vamos parar de rotular as pessoas por suas opções de crença pu sexuais e olhar para o ser humano que todos somos e tenho certeza que o proconceito acaba

Responder
Eliene Anjos

Sou evangélica mas sei que ela não se expressou bem quando falou que é ele gay ,acho que ela tá muito sentida com o ocorrido e não é para menos é falou isso. o problema não é ele ser gay e sim pedófilo . Ser gay não agride ninguém agora um pedófilo agride uma criança e toda sua família e uma sociedade .e que ele fique na cadeia por muito tempo.

Responder
Fabiana Faria

Obrigada pelo seu comentário, Eliene. Também acho que ela não se expressou por estar super abalada com a história, o que é totalmente compreensível. Mas, infelizmente, são poucas as pessoas que conseguem ter a racionalidade que tem e acabam confundindo as coisas, sabe? Que tenha mais gente como vc no mundo. 🙂

Responder
Rosana

Vocês que não entenderam!! São duas coisas sim. Não querer ficar casada com um homossexual, (que mantém uma relação homossexual mesmo sendo casado com ela) é um direito dela. E a pedofilia sim, é um crime. Ele é as duas coisas, mas em momento nenhum ela disse que homossexualidade é crime ou doença.

Responder
Fabiana Faria

Oi Rosana, tudo bem? Ela apenas se expressou mal em seu vídeo, provavelmente (claro) por estar abalada com os últimos acontecimentos. Não a culpo. Apenas acho por bem esclarecer algumas informações de maneira científica e racional. Um abraço

Responder
Aline

E a caravana de beatas evangélicas deu plantão aqui kkkk Uma pergunta à jornalista : a declaração entre aspas no texto pertence a quem? À pastora ou a aquele politico nefasto, Magno Malta?

Responder