Seriado “Casal 20” ganhará remake com casal gay

Escritor de “Revenge” e “Private Practice” vai recriar o clássico com dois homens como protagonistas, produzido pela criadora de “CSI”

por Marcio Caparica

Nos idos distantes do século passado, no início dos anos 1980, o seriado Casal 20 tornou-se tão popular quando exibido na Rede Globo que seu título tornou-se sinônimo de par perfeito. Pois preparem-se que um novo par perfeito chegará às telas da TV em breve, mas repaginado para o século 21: a rede norte-americana NBC acabou de anunciar que está desenvolvendo uma nova versão de Hart to Hart (nome original de Casal 20), mas com um casal gay no lugar dos protagonistas.

Criado originalmente por Sidney Sheldon, a série original seguia as aventuras do milionário Jonathan Hart e sua esposa, a escritora Jennifer Hart, um casal que usava todo aquele tempo livre que só é disponível aos ricaços para solucionar assassinatos. Hart to Hart durou cinco temporadas e rendeu depois mais oito filmes feitos para a TV.

A nova versão será escrita por Christopher Fife (responsável por Revenge e Private Practice), e seguirá o casal formado pelo advogado certinho Jonathan Hart e o investigador irreverente Dan Hartman. Os dois terão que se esforçar para encontrar um ponto de equilíbrio entre as emocionantes investigações criminais em que vão se envolver e sua pacata e nova vida doméstica. A série será produzida por Carol Mendelsohn, criadora da série CSI: Crime Scene Investigation.

Apoie o Lado Bi!

Este é um site independente, e contribuições como a sua tornam nossa existência possível!

Doação única

Doação mensal:

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um comentário

Alexandre Melo

Saindo da esfera gay, enngraçado como era uma arma de propaganda do que deveria ser um relacionamento ideal, imagino quantos casais neuróticos não dispensaram anos em divãs tentando entender porque porque não eram o C20.

Não desmereço a série pois a assistia e curtia mas é uma falsidade extrema, um amontoado de clichês sobre como o amor romântico pode dar certo, como um casal adulto deve agir (ainda mais se for rico).

Quantos casais não passaram, na alcova, a chamar-se ‘paixão’, ‘vida’, ‘amor’ e afins…

Responder