Pastor diz que Estado Islâmico é sabio ao assassinar homossexuais

James David Manning, que acusa o Starbucks de colocar "sêmen gay" em seus cafés, disse que terroristas têm sabedoria e integridade ao aplicar a lei de Moisés

por James Cimino

Você se lembra do pastor James David Manning? Ele ficou famoso por, recentemente, acusar a rede Starbucks de usar sêmen em suas bebidas para “transformar” as pessoas em homossexuais.

Agora, ele aparece em uma entrevista apoiando (!!!!!!) o Estado Islâmico, aquela organização terrorista conhecida como ISIS, e suas práticas de assassinato de homossexuais.

Manning é chefe da Atlah Worldwide Church Missionary, do Harlem, em Nova York. Esta igreja também ganhou o noticiário recentemente por anunciar em um outdoor que “Jesus apedrejaria gays” e que o apedrejamento “ainda é a lei”.

Em entrevista ao canal Young Turks, quando questionado em que esta afirmação sobre Jesus seria diferente do que extremistas islâmicos que executam gays fazem, ele respondeu:

“Se a palavra de Deus diz apedrejamento com base em uma violação hedionda de sua humanidade, e o ISIS ou a Al Qaeda ou qualquer outra pessoa têm a sabedoria e a integridade para aplicar essa escritura de Moisés, então sim, eu concordo com eles.”

Como todo fundamentalista covarde, o pastor se exime de qualquer responsabilidade sobre o ódio que prega dizendo que ele era apenas um pregador da palavra de Deus e que ele não escreveu as escrituras. “Se você quer ser chateado com alguém, fique chateado com Moisés”, disse ele.

Assim como quando eu entrevistei Silas Malafaia, é possível ver no rosto e nas expressões dos dois âncoras a perplexidade diante da justificação de tantos absurdos. E embora eu seja contra achar que todo homofóbico seja um gay enrustido, alguns dão claros indicativos de que, em muitos casos, isso é verdade. Vejam, por exemplo, quando o pastor fala que ser LGBT é um estilo de vida atraente e admite que caiu em tentação sobre isso quando esteve preso.

“Não há dúvida sobre isso. Passei três anos e meio na prisão e vi um monte de coisa acontecendo lá. Era parte da rotina [presos transarem entre si]. Eu fiquei tentado, mas não cedi à tentação, por sinal. Você precisa saber disso. Certifique-se de que  isso será publicado.” Só em caso de dúvida…

Sêmen tem gosto bom

O pastor também reiterou sua crença de que a rede Starbucks tempera seu café com o “sêmen de sodomitas”.

“Um certo número de pessoas acha que o sêmen tem um gosto bom. Um número de pessoas pensa que beber sêmen é uma boa idéia. A Starbucks deduziu, de forma engenhosa, que já que tantas pessoas gostam de tomar o sêmen umas das outras, por que não colocá-lo em seus cafés?”

CLA-RO!!!

N. do R.: Os nossos leitores devem estar se perguntando qual o objetivo deste texto. Em primeiro lugar mostrar como a interpretação da Bíblia é um poço de oportunismo. Segundo: Rir. Terceiro: Mostrar como os religiosos acham que ser LGBT é muito melhor do que ser… ahnnn… eles… Quarto: Mostrar como o fascismo e o fundamentalismo religioso são irmãos siameses.

Assista à entrevista abaixo (em inglês):

Apoie o Lado Bi!

Este é um site independente, e contribuições como a sua tornam nossa existência possível!

Doação única

Doação mensal:

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 comentários

Carlos

Que ele vá pregar o evangelho pros militantes do Estado Islâmico se ele tem coragem como diz em Marcos 16, 15. Quero ver se o crentalhão tem coragem pra isso!

Responder
Fernando

Ué, o estado islâmico mata cristãos também, poderiam então matar esse aí que fica falando besteiras e defendendo terroristas!

Responder
Antonio Paiva Filho

Cadê a lei de Segurança Nacional dos EUA que não prende esse pastor imbecil e manda ele lá pra Guantánamo? Será que ele não sabe que também é crime apoiar publicamente a Al-Qaeda e o Estado Islâmico?

Responder