Ator recria o livro “Sex” de Madonna em versão drag

Em “Sex In Drag”, Greg Scarnici faz paródia do polêmico livro de 1992. “Gostaria que as pessoas encarassem o sexo de maneira positiva”

por Marcio Caparica

Vinte e dois anos atrás não havia como se manter alheio a Madonna. As músicas do recém-lançado álbum Erotica dominavam as paradas de sucesso, com mensagens ainda mais sexuais que qualquer outro trabalho seu até então. Seguindo a onda do filme Instinto Selvagem, a cantora estava prestes a lançar o filme Corpo em evidência (ok, não é um dos pontos altos de sua carreira). E, mais do que tudo, o que escandalizava a população mundial era seu livro Sex, em que a diva narrava suas fantasias sexuais  entre fotos de si mesma enroscada com atores pornôs e amigos famosos – todos muitas vezes completamente nus – e trazendo ao mainstream práticas que antes nunca haviam saído dos inferninhos fetichistas.

Foi um despertar para muitos dos fãs da superstar, entre eles o cantor e músico Greg Scarnici, também conhecido como a drag queen Levonia Jenkins. Duas décadas depois do lançamento do livro de Madonna, o artista está lançando sua própria versão de Sex, chamado Sex In Drag. Fotografado com a ajuda de amigos em Fire Island, um famoso reduto gay de Nova York, o livro de Scarnici parodia 70 fotos do original com bastante humor e sensualidade. Confira abaixo a entrevista que ele deu ao site Huffington Post:

Como é que você teve a ideia de criar essa paródia?

Essa ideia veio a mim num sonho, na verdade. Quando eu acordei, eu contei para meu amigo Josh, achando que essa era uma ideia ridícula, e ele respondeu “Não, na verdade acho que você devia fazer isso acontecer.” Então eu fiz.

sex-in-drag-cover

Por que você quis parodiar o livro Sex? O que você acha dele – incrível? Ridículo?

Eu saí do armário mais ou menos na época em que Madonna lançou Erotica e Sex, e esses dois projetos foram uma parte muito importante de como eu vim a me aceitar como gay. Depois de ver uma estrela pop daquele porte fazer fotos no teatro The Gaiety Male Burlesque com o meu ator pornô favorito na época, Joey Stefano, eu não apenas percebi que não havia problema em ser gay, como também que não havia nada de errado em abraçar minha sexualidade.

Quanto tempo vocês levaram para concluir esse projeto?

Eu gastei mais ou menos um mês pensando em como seriam as paródias das imagens e juntando as roupas e peitos falsos, e também penteando as perucas e os pentelhos postiços. Daí eu marquei as sessões de fotos para um final de semana em Fire Island e concluí tudo em dois dias.

Qual foi a parte que você mais gostou desse projeto? Aconteceu algo surpreendente durante as sessões de fotos?

O melhor desse projeto foi o quanto a gente se divertiu durante as sessões. Apesar de muitas das imagens serem sexuais, nós ríamos sem parar enquanto fazíamos as fotos: “Dá pra ver os meus pentelhos através da garrafa de vodca?”. Foi tudo muito divertido. E durante as fotos, ninguém em Fire Island demonstrou qualquer surpresa! As pessoas olhavam pra gente como se fosse normal ver um homem/mulher pelado comendo um pedaço de pizza na pizzaria Cherry Grove.

sex-in-drag-1

O que você gostaria que as pessoas levassem consigo dessas fotos?

Muito da minha música e arte se baseia na combinação de sexo com humor, e uma das razões disso é que eu quero fazer que mais pessoas sintam-se confortáveis com a ideia do sexo gay. Tá, é ótimo que agora todo mundo ama os gays, blá blá blá blá blá, mas eu não quero que nós gays sejamos castrados. Eu quero que nossa sexualidade também seja acolhida. Uma das piadas recorrentes de um amigo meu é que todos os videoclipes que eu lanço tem uma cena em que eu fico me pegando com um go go boy ou um astro pornô. Então, se é para servir para algo, assim como a Madonna, eu gostaria que as pessoas levassem consigo uma maneira mais positiva e divertida de encarar o sexo.

Por que Madonna é um personagem/alvo tão bom para drags e paródias?

Muitos dos looks de Madonna são icônicos – e seus visuais ressoam com tantas pessoas porque são reconhecíveis instantaneamente. Muitos de seus próprios figurinos beiram a paródia – você só tem que exagerar um pouquinho para que o tom recaia no humor. Ah, e ela é um ícone gay, então as bichas simplesmente gostam de se vestir como ela.

sex-in-drag-2 sex-in-drag-3

Confira mais páginas de Sex In Drag aqui.

Apoie o Lado Bi!

Este é um site independente, e contribuições como a sua tornam nossa existência possível!

Doação única

Doação mensal:

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *