Político colombiano quer censurar vídeo de Shakira

Político colombiano quer censurar vídeo de Shakira

Marco Fidel Ramírez acusa “Can’t Remember To Forget You” de promover o lesbianismo e o tabagismo e dispara: “é simplesmente asqueroso”

por Marcio Caparica

Um vereador cristão de Bogotá está desde segunda-feira tentando fazer com que as autoridades colombianas censurem a transmissão do vídeo “Can’t Remember To Forget You”, dueto de Shakira com Rihanna. Para quem ainda não viu, nesse último single as cantoras, entre um charuto e outro, sensualizam juntas numa cama.

O bolsonaro em questão é o político Marco Fidel Ramírez, do partido Opción Ciudadana. Em entrevista à AFP, ele declarou: “esse vídeo evidentemente ultrapassa as normas básicas do respeito, do decoro e da dignidade para com os garotos e garotas. Ele promove abertamente o tabagismo, o lesbianismo e a imoralidade.” O vereador enviou uma carta à Autoridad Nacional de Televisión (ANT), a agência que regulamenta a televisão na Colômbia, pedindo que o vídeo seja proibido no país. Ele também vem fazendo uso furioso de sua conta no Twitter, atacando as estrelas com a hashtag #PeligroVideoShakira!

Enquanto isso, “Can’t Remember To Forget You” já foi visualizado quase 85 milhões de vezes no YouTube. #sambaShakira

Ramírez é conhecido na Colômbia por suas campanhas tentando impedir que conteúdo de orientação sexual LGBT fosse transmitido na televisão, por criticar campanhas educativas voltadas a gays no distrito de Bogotá, e por tentar proibir que se comemorasse o Halloween na cidade. “O vídeo é simplesmente asqueroso”, ele afirma. “Creio que a liberdade de expressão nunca deve ser usada para contaminar as crianças.”

Já está começando a dar de jà vu. O discurso sempre é muito similar, só muda o local.

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *