“Ciranda da Solidão” reflete o amor nos quadrinhos

“Ciranda da Solidão” reflete o amor nos quadrinhos

A graphic novel brasileira que aborda relações gays é lançada hoje, buscando leitores de todos sexos e sexualidades

por Marcio Caparica

Em agosto o quadrinista Mário César lançou uma campanha no Catarse para bancar a publicação de sua graphic novel Ciranda da Solidão. Quem ouviu o Lado Bi dos Quadrinhos ouviu ele discutir a criação do livro no fim da campanha: “não são histórias de super-heróis, são histórias mais pé no chão, mais realistas, e que fogem dos estereótipos. Não quero fazer nada caricato, nada apelativo, e fazer por financiamento coletivo ainda adiciona uma participação muito legal do público”. A campanha deu certo, e agora, três meses depois, é hora de comemorar seu lançamento.

Ciranda da SolidãoO livro traz cinco contos em quadrinhos que abordam o amor ao longo dos vários estágios da vida, desde o adolescente tentando se entender com o novo corpo e os novos sentimentos, passando pelas dificuldades de um adulto que vê um relacionamento de longa data chegar ao final, terminando com um idoso tentando defender suas memórias do grande amor de sua vida do mal de Alzheimer. O traço de Mario é ao mesmo tempo delicado, bem-humorado e muito expressivo. E, mesmo tendo uma pegada autobiográfica forte, as histórias que Mario conta fazem mais que apenas dar um (bom) exemplo dos corações gays nos quadrinhos; elas também mostram que o amor tem uma raiz compartilhada por todos, não importa a opção sexual. Nem o gênero: Mario também quer que se acabe com esse conceito besta de que quadrinho é coisa “de menino”, e que as garotas também se sintam à vontade para ler – e se enxergar – em seus contos.

Aproveitando a data, a festa de lançamento vai ser também uma festa de Halloween. Confira duas páginas da HQ logo abaixo, e se estiver em São Paulo, confira o resto do livro em seu lançamento hoje à noite.

ciranda2 ciranda3

Lançamento Ciranda da Solidão + Festa de Halloween Quando: 31/10, às 19h Onde: Telstar Hostels, rua Capitão Cavalcanti, 177 – São Paulo – SP, próximo ao metrô Vila Mariana.

 

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *