Beijo gay na novela: de novo, na TV Argentina

Beijo gay na novela: de novo, na TV Argentina

Novela jurídica, sucesso no horário nobre, "Farsantes" exibe beijo entre homens ao som de Caetano Veloso

por James Cimino

Pra mim autor de novela que diz que beijo gay é desnecessário está automaticamente assumindo que beijo gay é algo bizarro, absurdo, sujo, nojento, agressivo e, portanto, não pode ser exibido para não “assustar a audiência”.

Só é possível assustar um povo com novela em um país onde as concepções sobre a vida são fundamentadas apenas em religião e misticismo. Na Argentina, onde o casamento igualitário não apenas foi aprovado como é motivo de propaganda política em um telão em frente ao Obelisco da avenida 9 Juglio, pela segunda vez, a TV mostra um beijo gay. E, ironia e das mais finas, ao som de Caetano Veloso.

E aqui, na novela das 21h, que tem um casal gay que nunca trocou selinho, o autor diz que é desnecessário. Como assim? O que tem de diferente entre um beijo gay e um beijo hetero? Absolutamente nada.

Um beijo apenas expressa amor, cumplicidade, intimidade, companheirismo, familiaridade. Então, dramaturgicamente, esses personagens são incompletos, incoerentes e inúteis no esforço de excluir a homossexualidade da categoria de tabu.

Mas aqui é desnecessário, afinal, qual o sentido de ter beijo em uma história de amor, não é mesmo?

Abaixo, o exemplo argentino. Me encanta!

Participe da discussão! Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 comentários

Gustavo Souza

O interessante é o que o beijo acontece entre dois caras com uma certa diferença de idade. Deixa-se a obsessão pela juventude um pouco de lado, e aposta-se na demonstração do afeto – coisa que independe de faixa etária, beleza, classe, gênero etc etc etc. Ponto pros argentinos.

Reply
Brunno Hard

Bem… mesmo sem ser em novelas, rolou um beijo gay no programa “Amor & Sexo”. No dia 07/11/2013, rolou uma brincadeira pra reviver a cena do clássico “A Dama e o Vagabundo” … e aconteceu o tão aguardado beijo gay (entre homens – dois carinhas que estavam na platéia que trocaram correio elegante). Foi um momento rápido (programa corrido), mas rolou. Pouca gente soube, ainda assim, rolou uma gama de mensagens positivas no Twitter. Awn.

Reply
Gustavo Souza

Eu vi esse programa. E a Glória Maria saiu com a seguinte frase: “o primeiro beijo gay da TV brasileira”. Mas Glória, isso já tinha rolado na MTV e no SBT. Quero crer que esse “deslize” foi por conta da emoção do momento.

Reply